Deputado do PSL que protagonizou bate boca com Eduardo Bolsonaro pede escolta após ameaça de morte

Júnior Bozzella despertou a ira do filho de Jair Bolsonaro após dar entrevista dizendo que o comando do partido havia decidido punir os deputados ligados ao presidente. Ameaça teria sido feita por assessor de Eduardo

 

O deputado Júnior Bozzella (PSL-SP) acionou escolta da polícia legislativa após receber ameaças de morte que estariam sendo feitas por um assessor de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), segundo informações do site Antagonista.

Aliado de Luciano Bivar, presidente do PSL, Bozzella, que atua como porta-voz informal da sigla, protagonizou bate-boca e despertou a ira do filho de Jair Bolsonaro após dar entrevista dizendo que o comando do partido havia decidido punir os deputados ligados ao presidente.

“Dep. @bozzellajr vai me tirar da presidência da CREDN? Vai tentar punir quem é Bolsonaro e depois espalhar outdoorzinho com a sua cara ao lado da do presidente? Se for para falar esse tipo de merda p/ imprensa pelo menos dê os nomes ou então fica quieto!”, ameaçou Eduardo pelas redes sociais.

Eduardo Bolsonaro🇧🇷

@BolsonaroSP

Dep. @bozzellajr vai me tirar da presidência da CREDN? Vai tentar punir quem é Bolsonaro e depois espalhar outdoorzinho com a sua cara ao lado da do presidente?

Se for para falar esse tipo de merda p/ imprensa pelo menos dê os nomes ou então fica quieto!https://g1.globo.com/politica/blog/gerson-camarotti/post/2019/10/10/comando-do-psl-reage-a-grupo-de-bolsonaro-e-decide-punir-deputados-considerados-infieis.ghtml 

Comando do PSL reage a grupo de Bolsonaro e decide punir deputados considerados infiéis

g1.globo.com

FORUM