Ditadura da Nicarágua força fechamento de importante jornal

RENOVA MÍDIA

Impactado por um embargo ao papel e à tinta imposto pela ditadura Ortega, um dos principais jornais da Nicarágua fechou suas portas.

 

Crítico do regime socialista da Nicarágua, o jornal El Nuevo Diario suspendeu suas operações, nesta sexta-feira (27), após quase 40 anos de existência.

Em um comunicado, segundo a agência AFP, o periódico afirmou:

“O ‘Nuevo Diario’ informa ao público em geral que decidiu interromper sua publicação devido a dificuldades econômicas, técnicas e logísticas que tornam sua operação insustentável.”

Há quase um ano, a ditadura de Daniel Ortega retém na Alfândega materiais importados como papel, tinta e outros suprimentos para a impressão de El Nuevo Diario e do La Prensa, os únicos de circulação nacional.

Ainda no comunicado, o jornal afirmou:

“Estamos cientes da importância do Nuevo Diario como um meio essencial de comunicação na cobertura jornalística nos estágios relevantes da história recente da Nicarágua, desde sua fundação em 1980.”

RENOVA MÍDIA