Esquema de corrupção do clã Bolsonaro constrange Moro

Fotos do jornalista Orlando Brito feitas nesta quarta-feira 18 deixam claro que o clima entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro azedou de vez, agora que o megaesquema de corrupção do clã Bolsonaro foi revelado; denúncia do MP-RJ revela que Jair Bolsonaro empregou parentes como fantasmas no gabinete do filho e que estes repassavam os salários para Fabrício Queiroz, que depois bancava despesas da família

Denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro revela que Jair Bolsonaro empregou parentes como fantasmas no gabinete do filho e que estes repassavam os salários para o então assessor Fabrício Queiroz, que depois bancava despesas da família. O MP suspeita que 74 funcionários de Flávio Bolsonaro repassaram cerca de R$ 2 mlhões para Queiroz. Nesta quinta-feira, Bolsonaro chamou o caso de “problema pequeno” e depois tentou mudar de assunto.

BRASIL 247