Estado começa a implantar sistema de reconhecimento facial para emissão da CNH

Medida busca combater fraudes e trazer mais segurança durante os processos de retirada da CNH.

 

Em anúncio feito pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) na última quarta (23), foi implantando no estado do Amazonas o Sistema de reconhecimento facial dos condutores durante os processos de habilitação. O objetivo da medida é combater a clonagem e garantir maior segurança aos usuários.

A foto do condutor é anexada durante o processo de coleta biométrica. Com a decisão, o órgão terá acesso ao banco nacional de imagens de condutores, numa parceria com o Denatran e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). A ação já começou a valer desde a última segunda (21).

Implementada em 14 estados, além do Amazonas, estima-se que até a segunda quinzena de novembro, outros 12 começarão a fazer uso do novo sistema nos processos de conquista da carteira de motorista. No AM, a empresa responsável pela coleta dos dados digitais é a Thomas Greg.

Em nota, Rodrigo de Sá, diretor-presidente do Detran-AM, afirma que o recurso garantirá mais agilidade na emissão da CNH, além de maior segurança no que diz respeito à preservação do dados do usuário. Para Sá, é de extrema importância que esses documentos sejam fidedignos, sem riscos de fraudes durante sua emissão.

“Essa metodologia de reconhecimento facial partiu, inclusive, de uma provocação do Detran Amazonas, que constatou que não havia comparação da foto do usuário com a base nacional, durante reunião do Fórum Nacional dos Detrans. É mais um mecanismo de segurança para dar transparência, robustez ao nosso serviço, conferir segurança ao nosso usuário e à sociedade de um modo geral, além de evitar que fraudes sejam aplicadas, principalmente com financiamento de veículos”, enfatizou.

Características do processo

A nova função de reconhecimento facial é destinada aos usuários que derem início ao processo da CNH, renovação, emissão de 2ª via, reabilitação, troca de categoria e transferência de unidade da Federação.

No novo procedimento, a foto do condutor é enviada para o Serpro que, por meio de conferência, analisa o percentual de semelhança com os registros anteriormente realizados no Departamento de Trânsito do Amazonas e de outros estados.

EDITAIS CONCURSOS BRASIL