“Gabinete do Ódio” gasta meio milhão do dinheiro público para espalhar fake news, diz Joice

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou nesta quarta-feira, 4, em depoimento à CPI das Fake News, que bolsonaristas utilizam ao menos R$ 491 mil do dinheiro público por ano para espalhar fake news. Os funcionários do chamado “Gabinete do Ódio” recebem ordens através do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

Em depoimento à CPI das Fake News, deputada Joice Hasselmann detalha como funciona o "Gabinete do Ódio"

Em depoimento à CPI das Fake News, deputada Joice Hasselmann detalha como funciona o “Gabinete do Ódio” (Foto: Twitter/Divulgação)

247 – A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo Jair Bolsonaro no Congresso Nacional, afirmou nesta quarta-feira, 4, em depoimento à CPI das Fake News, que bolsonaristas utilizam ao menos R$ 491 mil do dinheiro público por ano para espalhar fake news. Essa verba seria destinada ao “gabinete do ódio”, criado para cuidar da comunicação do presidente.

247 BRASIL