Ourinhos têm 15 casos confirmados de dengue; ação de combate ao mosquito é ininterrupta

Ourinhos têm 15 casos confirmados de dengue; ação de combate ao mosquito é ininterrupta

A Secretaria de Saúde de Ourinhos informou na manhã de quinta-feira (23) que, dos 99 casos suspeitos de dengue, 25 deram negativo, 15 foram confirmados e outros 59 ainda aguardam resultado. As regiões mais afetadas são o Jardim Itajubi, Parque Minas Gerais e Jardim Itamaraty.

“O bairro que mais nos preocupa é o Itajubi. Só nesses últimos 20 dias a Secretaria da Saúde fez duas ações no bairro e foram retirados caminhos de materiais inservíveis, que podem se transforma em criadouros do Aedes Aegypti”, relata Célia Exposto, Chefe em Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde.

ALERTA

Também estão sob atenção redobrada as regiões da Vila Marcante, Manhattan, Jardim do Sol, Jardim Ideal, São Carlos, Vila Operária, Boa Esperança, Cohab e Vila Margarida. Entretanto, toda a cidade deve ficar alerta e colaborar na eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti.

ININTERRUPTA

A Secretaria de Saúde promove operação intensiva e ininterrupta em diversos bairros da cidade para evitar a proliferação da dengue. Em janeiro, já foram feitas aproximadamente nove mil visitas domiciliares para verificação de quintais e conscientização dos moradores. A ofensiva começou em novembro de 2019, antes da temporada de chuvas de verão. Foram visitados os bairros com mais registros de dengue no último ano. O mapa para ações preventivas é atualizado diariamente com o recebimento de casos suspeitos.

APOIO DA POPULAÇÃO

Como parte da ação educativa, a Vigilância em Ourinhos visita escolas e associações de bairro para realizar palestras, como a ocorrida terça-feira (21), na Associação de Moradores do Jardim Itajubi. O trabalho segue nas próximas semanas, com o apoio de comerciantes, líderes religiosos e educadores, para que uma rede de conscientização ajude a informar a população.

QUINTAIS

Segundo Robert da Costa Ribeiro, Diretor da Vigilância em Saúde, a rotina contínua dos agentes tem se mostrado efetiva e a maioria dos criadouros estão sendo encontrados dentro dos quintais.

“90% dos focos estão nas casas. Estamos tendo uma boa recepção e sempre pedimos que os moradores atendam os agentes e executem as dicas de limpeza. O quintal precisa ser verificado a cada dia e a cada chuva. Essa ação proativa diária é necessária. O combate à dengue é um trabalho de todos e a prevenção é a melhor saída”, explica.

NEBULIZAÇÃO

O Ministério da Saúde emitiu no último dia 15 um alerta de possível surto de dengue em 11 estados brasileiros. Após um problema no estoque que afetou cidades em todo o país, Ourinhos deve receber nos próximos dias o material inseticida para nebulização. A compra só pode ser feita pelo órgão federal.

IDENTIFICAÇÃO

Os agentes da Vigilância estão uniformizados com um colete marrom com o brasão da cidade e com crachá de identificação. Em caso de dúvidas, o morador pode ligar no Núcleo de Controle de Vetores e conferir o nome e matrícula do funcionário. O telefone é (14) 3326-9323.