PF mira fraudes no fornecimento de merenda escolar em SP

Esta operação é uma continuidade da Operação Cadeia Alimentar, deflagrada em maio do ano passado.

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) deflagraram, nesta terça-feira (26), a Operação Cadeia Alimentar II.

As autoridades investigam fraudes no fornecimento de merenda escolar a diversas cidades de São Paulo entre 2013 e 2017.

27 mandados de prisão temporária e 55 de busca e apreensão em diversos municípios do estado foram cumpridos até agora.

Entre os alvos dos mandados estão empresários, ex-prefeitos, servidores e ex-servidores municipais, secretários e ex-secretários de prefeituras e uma vereadora.

As medidas foram autorizadas pela 4ª Vara Federal de Ribeirão Preto e se baseiam em informações obtidas por meio de delação premiada que dois envolvidos no esquema firmaram com o MPF e a PF.

Além de autorizar as prisões, a Justiça Federal determinou o bloqueio de bens dos envolvidos, em quantia que alcança o total de R$ 2 bilhões, informa o site UOL.

RENOVA MÍDIA