PM mata esposa em véspera de aniversário e se suicida em SP

Suelma completaria 33 anos nesta sexta-feira (10)

Reprodução/Record TV

Daniel usou arma de curso de formação como policial para disparar contra Suelma, que faria 33 anos nesta sexta e havia descoberto traição do marido

  • SÃO PAULO
  • Guilherme Alves e Ingrid Navarro, da Agência Record

     

Um policial militar matou a esposa e depois se suicidou na manhã desta quinta-feira (9), em Osasco (SP). O crime foi cometido com uma arma utilizada pelo homem no curso de formação da Polícia.

Daniel Piauí, de 31 anos, disparou três vezes contra a companheira Suelma Sousa e, logo na sequência, atirou em si mesmo. Ambos morreram no local.

Segundo informações da Record TV, o caso ocorreu após Suelma descobrir uma traição do marido: os dois discutiram em frente ao prédio onde moravam e Daniel disparou contra a esposa antes de se matar. Ela foi morta na véspera de seu aniversário – completaria 33 anos nesta sexta-feira (10).

A perícia foi acionada para apurar o caso, que será registrado no 10º DP de Osasco, na Grande São Paulo.

R7