Prefeitura de Ourinhos desenvolve projeto emergencial e estuda nova área para cemitério

Prefeitura desenvolve projeto emergencial e estuda nova área para cemitério

 

A Prefeitura de Ourinhos, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, desenvolveu um projeto emergencial para solucionar a superlotação do Cemitério Municipal, que deverá criar pelo menos 600 novas sepulturas. O projeto resolve a curto prazo a demanda do local, até que a administração municipal encontre uma nova área.

De acordo com o Secretário da pasta, Maurício Amorozini, o cemitério funciona no local desde 1966. Ao todo, e contando a rotatividade de corpos já exumados, já foram realizados 46 mil sepultamentos em 12 mil sepulturas.

“A primeira ação que faremos no local é informatizar todos os dados para poder fazer um gerenciamento dentro de um sistema que será implantado. Feito isso, vamos fazer o recadastramento. Por meios burocráticos, com apoio da Procuradoria, faremos o chamamento dos donos das sepulturas para entendermos a realidade do uso dessas covas para que reutilizemos o que não tiver sendo usado.”

O segundo passo, de acordo com Maurício, será a abertura de uma ala anexa ao Cemitério que permitirá 600 novas sepulturas.

“Nessa nova área, será tudo gramado e apenas uma placa acima do solo, identificado a família e as pessoas sepultadas. Essas ações atenderão emergencialmente esta superlotação, mas nossa real intenção é concretizar a implantação do novo cemitério.”

O Secretário explica que a Prefeitura busca uma nova área e também a participação da iniciativa privada para a execução deste novo projeto, que conta com velório, capela e crematório licenciado.