Segurado do INSS vai receber no cartão de débito, sem abrir conta-corrente

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou uma nova medida para o pagamento dos benefícios para 2020. Ou seja, a partir do ano que vem, os novos pagamentos serão feitos de forma automática por cartão magnético. O cartão, portanto, contará com as mesmas funções de um cartão de débito e o segurado não mais precisará abrir uma conta-corrente em um banco. Assim, não será cobrada nenhuma taxa ou anuidade do segurado.

Segurado do INSS vai receber no cartão de débito, sem abrir conta-corrente

Como vai funcionar?

A partir do ano que vem, portanto, o INSS vai modificar a forma de pagamento do primeiro benefício para aposentados e pensionistas. A alteração vai começar a valer em 2020, conforme anunciou o órgão.

Sendo assim, o segurado poderá se utilizar do cartão-benefício para fazer compras no débito. Logo, não precisará sacar todo o dinheiro de uma só vez.

Uma das grandes vantagens é que o segurado não vai precisar mais abrir uma conta-corrente para ter direito ao débito; o cartão estará atrelado à conta-benefício. Por isso, não será cobrada nenhuma taxa ou anuidade do segurado.

Por fim, segundo o INSS, a medida trará mais segurança ao segurado. Isso porque ele precisará sair das agências com todo o valor do benefício em mãos.

Sem taxas

Segundo especialistas, no entanto, é importante o segurado ficar atento atento à cobrança de taxas. Segundo o INSS, não será cobrada taxa de administração da conta-corrente. Mas caso a cobrança seja feita, o segurado estará sendo prejudicado, uma vez que caberá a ele o ônus de pagar a anuidade da conta.

Como é funciona atualmente para o segurado do INSS?

Para quem não possui conta

  • Ao se aposentar, é aberta uma conta-benefício no nome do segurado;
  • Ele tem direito a um cartão, que só pode ser utilizado para o saque do INSS;
  • É possível fazer a transferência para uma conta-corrente, mediante pagamento de TED (Transferência Eletrônica Disponível) ou DOC (Documento de Ordem de Crédito).

Para quem já tem conta em banco

  • O segurado pode indicar a conta-corrente em que quer receber os valores;

Obs: para se informar mais sobre o assunto, acesse o site do INSS.

SEU CRÉDITO DIGITAL