Taxa do sol: Bolsonaro quer cobrar pela energia solar produzida em residências

A Aneel (Agência Nacional de Energia elétrica) enviou para consulta publica uma medida que irá taxar o o valor da energia solar que o consumidor produz em suas residências a partir de painéis solares. A medida é uma ducha de água fria no setor de energia solar que através da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), estima que a taxa encareça em 68% a parte que é enviado para a distribuidora.

Atualmente o consumidor residencial tem quase 100% da energia que envia de volta à rede volta como crédito para sua conta de luz e segundo o presidente da Absolar, Rodrigo Sauaia, a mudança, caso confirmada, significa um grande desincentivo à instalação de sistemas do tipo.

Mesmo com a adoção de um período de transição, até 2030, para quem fizer as instalações dos painéis solares antes da mudança na regra, a medida é muito ruim para quem investiu nas instalações na expectativa de retorno levando em conta prazo maior. “Do ponto de vista de segurança jurídica e regulatória, é uma mudança péssima”, acrescentou o presidente da Absolar.

DCM