TSE julga que Bolsonaro não fez disparos em massa no WhatsApp

RENOVA MÍDIA

Campanha de Jair Bolsonaro não fez disparos em massa no aplicativo de mensagens WhatsApp, julga TSE.

Em decisão nesta quinta-feira (26), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou que o presidente da República, Jair Bolsonaro, e seu vice, Hamilton Mourão, não realizaram disparos de mensagens em massa pelo aplicativo WhatsApp durante a campanha eleitoral em 2018.

A ação, que questionava a legitimidade da eleição do atual governo, foi movida pelo Partido dos Trabalhadores (PT) a partir de uma série de reportagens publicadas no jornal Folha de S.Paulo a partir de dezembro do ano passado.

A decisão do ministro Jorge Mussi estabelece que “não há indício de que a AM4 [empresa contratada pela campanha de Bolsonaro] tenha fechado contratos para disparo em massa” e que não há “indícios materiais que sustem as dúvidas lançadas” na reportagem, informa o jornal Gazeta do Povo.

Além disso, segundo o magistrado, o aplicativo de menagens WhatsApp não cometeu nenhuma irregularidade.

RENOVA MÍDIA