Vaticano financia construção da 1ª igreja indígena na Amazônia

RENOVA MÍDIA

Há cerca de um mês, o Vaticano já repassou parte do valor da obra da igreja indígena para as autoridades católicas.

Vaticano está financiando a construção da primeira igreja indígena na Floresta Amazônica. A iniciativa passou pelas mãos do papa Francisco e, no começo deste ano, foi aprovada.

O templo estará localizado na região de Maturacá, próximo ao Pico da Neblina, norte do estado do Amazonas.

Batizada de Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes, em razão da devoção dos índios a Nossa Senhora, a estrutura receberá fiéis da comunidade indígena Yanomami, informa a agência ANSA.

A previsão é de que as obras sejam iniciadas no segundo semestre de 2020. A estimativa inicial é de que a construção seja avaliada em R$ 800 mil.

O esboço já foi apresentado oficialmente no 12º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra, realizado em Castanhal, no Pará.

RENOVA MÍDIA