Vídeo mostra operário quebrando coluna de prédio que desabou em Fortaleza

Trinta minutos depois das imagens gravadas, o prédio desabou

Nesta sexta-feira um vídeo da câmera de segurança do Edifício Andréa, que desabou em Fortaleza, viralizou nas redes sociais. Nas imagens, é possível ver pedreiros quebrando uma das colunas de sustentação do prédio e a síndica Maria das Graças Rodrigues, de 53 anos, que estava no térreo acompanhando as obras. O edifício passava por uma reforma para melhorar a estrutura das vigas de sustentação. Trinta minutos depois das imagens gravadas, o prédio desabou.

 

Donizete Arruda@donizetearruda7

💣💣💣DESABAMENTO OCORREU NA CONFLUÊNCIA DAS RUAS TIBURCIO CAVALCANTE COM NOGUEURA ACIOLY.
Prédio que desabou tinha sete andares e há suspeitas que estava habitado.

Vídeo incorporado

27 pessoas estão falando sobre isso

No vídeo, além do pedreiro e a síndica dois engenheiros e o porteiro

No vídeo, além do pedreiro e a síndica dois engenheiros e o porteiro do prédio, Francisco Rodrigues Alves, de 59 anos, estavam no local. Os engenheiros são José Andresson Gonzaga dos Santos e Carlos (sobrenome não informado). As imagens contradizem o depoimento do engenheiro, que disse para a polícia que as obras ainda iriam começar.

Quatro das cinco pessoas que aparecem no vídeo sobreviveram. O porteiro estava no térreo do edifício e aparece em outras imagens de câmera de segurança que mostram o exato momento da queda. Ele foi encaminhado para o Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira. Depois, foi transferido para o Instituto Doutor José Frota (IJF). A síndica do prédio está entre os desaparecidos da tragédia.

Até agora, seis pessoas morreram. Sete foram resgatadas com vida e quatro estão desaparecidas.

Mortes confirmadas:

  • Frederick Santana dos Santos, 30 anos. Entregador de água, estava o mercadinho ao lado do prédio. Morte confirmada por volta das 23h30 de terça-feira.
  • Maria da Penha Bezerril Cavalcante, 81 anos. A morte foi confirmada por volta das 8h da manhã de quarta-feira, mas o resgate do corpo só foi realizado 19h desta quinta.
  • Izaura Marques, 81 anos. Avó do primeiro resgatado com vida do prédio, Fernando Marques. Morte confirmada às 17h30.
  • Antônio Gildasio Holanda Silveira, 60 anos. Foi retirado dos escombros na manhã da quinta-feira.
  • Nayara Pinho, 31 anos. Corpo resgatado por volta do meio-dia da quinta-feira.
  • Roseane Marques, 56 anos. Filha de Izaura Marques e mãe de Fernando Marques. Ela teve o corpo retirado do local às 21h10.

    * A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.

O ESTADO DE MINAS