Vigilante Penitenciário: 2.524 vagas para nível médio e até R$2 mil

Do quantitativo de vagas, 2.287 vagas são para homens e 237 para mulheres

 

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária faz saber aos interessados a abertura de inscrições do edital de processo seletivo simplificado para preencher 2.524 vagas no cargo de Vigilante Penitenciário Temporário. Do quantitativo de vagas, 2.287 vagas são para homens e 237 para mulheres.

Do quantitativo de vagas, 128 serão reservadas aos portadores de deficiência. A remuneração dos vigilantes é de R$ 1.950,00, composto de vencimento, gratificação de risco de vida e auxílio-alimentação. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

Para concorrer a uma das vagas, o candidato precisou ter nível médio completo. O prazo de contratação será de 12 meses nos termos da Lei Estadual nº 13.664/2000.

De acordo com o edital, o Vigilante atuará nas atividades que compreendam tarefas de apoio à segurança, custódia, ressocialização dos privados de liberdade, triagem e escolta dos presos.  As oportunidades são para lotação em Goiânia, Cidade de Goiás, Luziânia, Caldas Novas, São Luís de Montes Belos, Rio Verde, Uruaçu e Formosa.

Os profissionais deverão zelar pela disciplina e segurança dos presos evitando fugas e conflitos; Fazer triagem de presos de acordo com a Lei de Execução Penal; Conduzir e acompanhar em custódia os presos entre as unidades prisionais integradas do Sistema Penitenciário do estado de Goiás; Fiscalizar o comportamento da população carcerária observando os regulamentos e normas em vigor; Providenciar a necessária assistência aos presos em casos de emergências; Fiscalizar a entrada e saída de pessoas e veículos nas unidades prisionais; Verificar as condições de segurança da unidade em que trabalha; Elaborar relatório das condições da unidade em que trabalha; Realizar trabalhos em grupo e individuais com o objetivo de instruir os presidiários neles incluindo hábitos de higiene e boas maneiras; Encaminhar solicitações de assistência médica, jurídica, jurídica social e material ao preso; Exercer com maior grau de complexidade e responsabilidade as atribuições dirigidas à disciplina; Primar pela segurança, fiscalização assistência social educação e coordenação de atividades laborativas do presos, bem como a fiscalização da segurança da unidade; entre outras.

Inscrição e Provas

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 08 horas do dia 04 de outubro e 18 horas do dia 21 de outubro de 2019, no site oficial (www.escoladegoverno.go.gov.br). A taxa de inscrição custará R$40,00.

A seleção contará com prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. As avaliações serão aplicadas no dia 1º de dezembro nas cidades de Goiânia e/ou Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Rio Verde, Cidade de Goiás, Formosa, Luziânia, Uruaçu e São Luís de Montes Belos.

Os locais de provas serão divulgados no dia 20 de novembro. Os gabaritos preliminares serão liberados no dia 02 de dezembro.

Validade

A validade da seleção será de 12 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Informações do concurso
  • Concurso: Diretoria-Geral de Administração Penitenciária de Goiás
  • Escolaridade: médio
  • Número de vagas: 2.524
  • Remuneração: R$ 1.950,00
  • Inscrições: entre 08 horas do dia 04 de outubro e 18 horas do dia 21 de outubro de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$40,00
  • Provas: 01 de dezembro de 2019
  • Situação: PUBLICADO

NOTÍCIAS CONCURSOS