“Voltamos ao ponto em que a relação de presidente e ministro está abalada”

Merval Pereira, em sua coluna no Globo, disse que a figura do juiz de garantias, do jeito que foi aprovada, “vai dificultar o trabalho do Ministério Público e da Polícia Federal no combate à corrupção, favorecendo, portanto, a impunidade”.

“Supunha-se que Bolsonaro jogasse no mesmo time de [Sergio] Moro, mas os vetos sugeridos por ele, e não aceitos pelo presidente, mostram que voltamos ao ponto em que a relação de presidente e ministro está abalada.”

O ANTAGONISTA