ALERTA: Polícia prende suspeitos de estuprar menina de 11 anos e jovem de 21 em Vespasiano

Homens, de 34 e 23 anos, foram presos ao longo da última semana; a criança era enteada de um dos agressores

Dois homens de 34 e 23 anos foram presos pela Polícia Civil suspeitos de estuprar uma garota de 11 e uma jovem de 21, respectivamente. Apesar de ambos os crimes terem ocorrido em Vespasiano, na Grande BH, tratam-se de duas investigações diferentes.

O mandado de prisão contra o homem de 34 anos foi expedido na quinta-feira da semana passada (21), enquanto o outro investigado, de 23, foi preso na última terça (23).

Suspeito de estuprar a enteada

As investigações contra o homem de 34 anos começaram após denúncia da mãe da vítima. Ela o flagrou consumando o estupro na noite de 20 de março de 2019.
Na ocasião, a mãe teria chamado o homem para dormir, quando ele avisou que iria colocar um cobertor na enteada, de apenas 11 anos, pois estava frio. A mulher estranhou a demora dele e foi ver o que estava acontecendo.
Ao chegar no quarto, a mãe flagrou o homem forçando a garota a praticar sexo oral nele. Ele tentou se explicar, mas a menina aproveitou a ocasião para desabafar que já estava sofrendo abusos há quatro meses.
Segundo a pequena, o padrasto ameaçava matar os pais dela caso contasse para alguém. Além disso, ele oferecia a ela R$ 2 para que o beijasse na boca e permitisse toque em partes íntimas.
O homem fugiu para Itaipuaçú, no interior do Rio de Janeiro. A Polícia Civil de Minas Gerais entrou em contato com forças de segurança locais que realizaram o cumprimento de mandado de prisão.
O autor será transferido para Minas Gerais, onde prestará depoimento. Segundo a delegada responsável pelo caso, ele já responde por outro estupro, ocorrido em 2006, quando foi preso em flagrante.

Roubo e estupro

A outra investigação resultou na prisão do homem de 23 anos, relativos a crimes ocorridos no dia 28 de junho deste ano.
Segundo as investigações, o autor estava armando quando abordou um casal, ambos de 21 anos, que estavam em um carro às margens da Rodovia MG-424, na altura do km 6.
Na ocasião, ele ordenou que o rapaz saísse e ajoelhasse em frente ao veículo. Enquanto isso, levou a jovem para o banco traseiro, onde consumou o estupro. Em seguida, expulsou a mulher do automóvel e fugiu.
A delegada contou que o suspeito estaria procurando por drogas. Segundo as vítimas, o homem aparentava estar nervoso e acabou falando o nome dele, o que auxiliou nos trabalhos de investigação.
EM