Ao contrário de Bolsonaro, Trump manda americanos se isolarem até 30 de abril

A estratégia de Jair Bolsonaro de estimular a volta dos brasileiros às ruas, onde estariam sujeitos ao coronavírus, sofreu um duro revés nesta noite: seu “ídolo” e chefe informal, Donald Trump, adotou postura oposta

Sputinik – O presidente dos EUA, Donald Trump, estendeu neste domingo (29) as orientações sobre distanciamento social até 30 de abril.

O presidente norte-americano declarou o pico de mortes por coronavírus deve atingir os EUA em duas semanas.

“Os modelos estimam que o pico da taxa de mortalidade provavelmente chegue em duas semanas”, afirmou o presidente.

Trump também disse esperar que o país “esteja a caminho da recuperação” até 1º de junho. Anteriormente, ele havia estabelecido a meta para a Páscoa.

Os EUA se tornaram o novo epicentro do coronavírus devido ao grande aumento no número de infectados, com mais de 130.000 casos confirmados e mais de 2.400 mortes.

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou na última sexta-feira (27) um pacote de estímulo à economia no valor de US$ 2,2 trilhões.

BRASIL 247