Bolsonaro chega à ONU desgastado por coleção de ataques e falas agressivas

Bruno Aragaki, do UOL

Recebido sob protestos por conta das queimadas na Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegou a Nova York nesta tarde para participar da Assembleia da ONU (Organização das Nações Unidas) desgastado pelas declarações agressivas que repercutiram no exterior.

Redução de fiscalização ambiental, críticas a demarcação de terras indígenas, ofensas a líderes estrangeiros, elogio a ditadores…

A lista de falas polêmicas e políticas contestadas internacionalmente faz do discurso do mandatário brasileiro na sede da ONU amanhã um dos mais esperados entre chefes de nações.

Ciente disso, Bolsonaro tentará reverter a imagem negativa e prometeu um discurso “bastante objetivo”.

UOL