Brasil tem 1.364 mortes por coronavírus em 24 horas, revela consórcio de veículos de imprensa; são 52.771 no total

É o 2º maior registro em 24 horas desde o início da pandemia. No dia 4 de junho, houve 1.470, segundo dados das secretarias totalizados pelo G1 naquele dia. Levantamento mostra que Brasil tem mais que o dobro de mortes de Índia, China, Paquistão e Indonésia juntos – quatro países mais populosos.

O Brasil teve 1.364 novas mortes registradas em razão do novo coronavírus em 24 horas, mostra levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde. Com isso, são 52.771 óbitos pela Covid-19 até esta terça-feira (23) no país. Veja os dados, consolidados às 20h:

  • 52.771 mortes; eram 51.407 até as 20h de segunda (22), uma diferença de 1.364 óbitos
  • 1.151.479 casos confirmados; eram 1.111.348 até a noite de segunda, ou seja, houve 40.131 novos casos

Esse é o 2º maior registro de mortes divulgadas pelas secretarias estaduais de Saúde em 24 horas desde o início da pandemia. O recorde anterior foi de 1.470 mortes no dia 4 de junho.

São Paulo também teve mais uma vez o recorde diário de mortes (434).

Desde o dia 8 de junho, o G1 faz parte de um consórcio de veículos de imprensa que soma os registros de casos e mortes divulgados pelas secretarias estaduais da Saúde. O balanço diário do consórcio leva em conta os dados divulgados entre as 20h de um dia e de outro. Antes do consórcio, o G1 também contabilizava os dados divulgados pelas secretarias estaduais, com balanço fechado da 0h às 23h59 de cada dia.

O Brasil já tem mais que o dobro de mortes de Índia, China, Paquistão e Indonésia juntos – quatro países mais populosos –, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. O país só fica atrás dos EUA em número de vítimas.

 — Foto: Arte G1