Cachorro é diagnosticado com coronavírus em Hong Kong

Animal ficará isolado durante duas semanas; infecção ainda não foi confirmada

Um cachorro de Hong Kong (que, por acaso, não é o da foto) foi isolado depois que autoridades de saúde o diagnosticaram com o novo coronavírus. O vírus foi detectado por meio de testes em suas cavidades nasal e oral. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), não há evidências de que a transmissão patogênica da doença possa ocorrer para animais.

O cachorro não apresentou nenhum sintoma do coronavírus, entretanto, seu dono já havia sido diagnosticado com a doença. O Departamento de Agricultura, Pescados e Conservação (AFDC, na sigla em inglês) de Hong Kong, por sua vez, afirmou que conduzirá novos testes para confirmar se houve mesmo a infecção ou se o resultado foi positivo devido apenas à contaminação do ambiente.

“No momento, o AFDC ainda não tem evidências de que animais de estimação possam ser infectados ou de que eles possam ser uma fonte de transmissão para pessoas”, informou o departamento. Agora, o cachorro ficará em quarentena por duas semanas.

Até está sexta-feira (28), Hong Kong confirmou 93 casos do novo vírus, dos quais dois terminaram em mortes.

Via: Estadão

OLHAR DIGITAL