Câmara Municipal de Ourinhos recebe denúncia contra vereador Vadinho

Por 10 votos a 04, a Câmara Municipal de Ourinhos recebe a denúncia formulada pelo funcionário público da SAE, Fermiano, contra o vereador Vadinho, que protestou pela inconsistência da denúncia, colocando inclusive julgados jurídicos em sua fala na tribuna para convencer os colegas de situação e oposição sobre sua inocência quanto as narrativas recebidas e anunciando desde já que o procedimento será judicializado, única forma de comprovar sua inocência.

O presidente Alexandre Enfermeiro busca a instalação, já nesta sessão camarária como de praxe, para que já fique definida a comissão.

O plenário decidiu que os vereadores eleitos para a comissão, composta pelos vereadores Flávio Ambrozim, Salim Mattar e Eder Mota, deverão providenciar a eleição do presidente e relator para que iniciem os trabalhos de apuração da denúncia.

O vereador Cícero Investigador pediu de imediato o prosseguimento da CPI em que é presidente, recebendo pedido contrário do vereador Santiago, ou seja, pela suspensão da CPI até que se resolva a denúncia contra o vereador Vadinho, assim como a substituição do denunciado, relator, criando um imbróglio no entendimento dos demais vereadores e presidente, que suspendeu temporariamente a sessão para solução, supondo que Vadinho continua como relator na CPI da EXTORSÃO após a breve reunião, que não foi visualizada a população pela TV Câmara.

Vereador Sérgio compartilhou a TV Câmara uma carta produzida e trazida anterior à sessão, buscando apontar falhas na CPI até agora e ainda suspensa, mas que deverá dar continuidade tão logo o presidente permita desde que a Justiça entendeu assim.

JORNAL TABLÓIDE