Cargos Comissionados e Funções de Confiança se trombando no Executivo e Legislativo ourinhense

Todo munícipe inteligente questiona o fato de a Prefeitura de Ourinhos possuir quase 700 cargos comissionados e funções de confiança onde com certeza não precisaria mais que 100 (cem), isso mesmo, não mais que 100, o que viabilizaria um aumento substancial nos salários recebidos pelos servidores públicos, investimentos em Saúde, Educação e no Social, criação de empregos e uma qualidade de vida melhor aos moradores de Ourinhos. Isso é possível, está vazando funções de confiança e cargos comissionados pelo ladrão!!  A Administração Municipal é de uma incompetência única, o que mais entende é de construir ciclovias e pistas de caminhadas, não sendo isso o que o povo mais precisa, existem prioridades que não estão sendo observadas enquanto na cidade falta água, tratamento de esgoto, a Saúde está precária, a Educação muito fraca, o Social esquecido e a Segurança, entre outros, com gastos altíssimos em uma contrapartida pífia.

Também o financiamento imoral do ocioso Legislativo ourinhense (que não faria falta nenhuma ao Município) pode ser colocado em pauta nas eleições de 15 de novembro, bastando que o munícipe estude a situação política municipal e pleiteie a diminuição dos gastos com a Câmara Municipal em 1/3 do que hoje é, incluindo o número de servidores, voltando ao número mínimo de 09 vereadores com 02 salários mínimos mensais, eliminação dos mordomos de todos os vereadores  e extinção das demais mordomias, utilizando dos próprios públicos quando necessário. Isso é quase impossível, mas geraria mais um enorme diferencial financeiro ao Município que também poderia ser revertido aos cofres públicos para o desenvolvimento das demais necessidades da população. Acreditamos que continuará essa vergonha se a população não aprender que tudo deve mudar, trocar todo e qualquer político de ambos os poderes.

Isso em parte, claro, é possível de acontecer nas próximas eleições, quem sabe trocando, senão todo, 80%  dos atuais políticos aqui existentes, podendo até parecer um projeto megalomaníaco, mas é a realidade, quem dera isso pudesse acontecer em todo país.

Em Ourinhos não se vislumbra alternativa melhor, não prevendo  nada mais do que vemos no nosso dia a dia, uma catástrofe na Administração Pública e no ocioso Legislativo, que a exemplo da sessão desta segunda-feira, dia 06, percebemos a publicidade pessoal do prefeito Lucas Pocay e pessoal, de cada vereador, em quase todas as pautas, das falas dos vereadores do Executivo não se ouviu outra coisa senão a indireta tentativa de reeleição do prefeito, o que é uma vergonha, pois deveriam estar a serviço da população e não do prefeito Lucas Pocay e de seus próprios umbigos.

JORNAL TABLÓIDE

TABLÓIDE OURINHOS