Com Bolsonaro, gastos secretos da Presidência chegam a R$ 14,9 milhões

Os gastos secretos da Presidência da República, por meio dos cartões corporativos do governo federal, chegaram a R$ 14, 9 milhões no primeiro ano do governo Jair Bolsonaro, noticia Fabio Leite, na Crusoé.

O valor é o maior registrado pela Presidência desde 2014, quando as despesas protegidas sob sigilo no governo Dilma Rousseff foram de R$ 20,1 milhões.