ESCÂNDALO OCULTO NO PROJETO GURI OURINHOS

Aqui não é a Casa dos Parabéns, mas parabenizamos o repórter Alexandre Mansinho pelo profissionalismo na veiculação do vandalismo e furto ocultado pelo prefeito Lucas Pocay.

Prefeitura paga para Lucas participar de evento na Eslovênia ...

Como não foi noticiado o furto, podemos dizer que no máximo é um escândalo o fato de desconhecidos terem praticado além do vandalismo na destruição de alguns instrumentos musicais o furto de outros, supostamente não deixando pistas na escola do Projeto Guri em Ourinhos, localizado na rua Barão do Rio Branco, 910, Vila Perino, onde instrumentos musicais e o próprio Projeto foi abandonado pela Administração Municipal.

A escola, antigo SESI, está abandonada e vítima fácil de criminosos que agem naquela região da cidade impunemente, tendo em vista que a contratação e compra de milhares de câmeras de segurança e um grande contingente de Guardas Municipais não fizeram nenhuma diferença nesse patrimônio público, além de ocultarem o ocorrido. Projeto do Estado de São Paulo, tendo colaboração dos incentivos fiscais da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, incluindo aqui órgãos de imprensa, como este, que publicam gratuitamente seus acontecimentos.

Talvez seja este o motivo, o abandono e a falta de segurança no local após pesada publicidade do prefeito Lucas Pocay das instalações de câmeras de segurança, inclusive com lançamento de candidato a vereador, quem comanda essa suposta “Segurança”, e contratação de guardas municipais, para a ocultação do vandalismo e furto praticado no local que, não fosse pelo ótimo trabalho do repórter Alexandre Mansinho, da TV San, que soube dos fatos precariamente e, dentro do que conseguiu repassou a população.

Essa ocultação também se deu ao fato de o prefeito Lucas Pocay realizar pagamentos vultosos à Coordenadoria de Comunicação, porém sem qualquer contrapartida profissional ao povo de Ourinhos, senão de fakes que participam nas redes sociais para defender a continuação dos desmandos da Administração no dia 15 de Novembro, repetindo, pagos com dinheiro público.

Daí, embora não sejamos a Câmara Municipal, a Casa dos Parabéns, temos que nos curvar ao bom e oportuno trabalho do repórter Alexandre Mansinho em nos informar, dando transparência aos acontecimentos públicos, o que deveria ser feito pela própria Administração faltosa, lembrando que a falta de transparência nos acontecimentos públicos é de imoralidade prejudicial, talvez até criminosa diante do dolo praticado na omissão do Prefeito Lucas Pocay, que deve ser explicada, ou prestado contas ao público, diante da subtração do patrimônio público, em especial que servem às pessoas de menos sorte na vida e que o Município é guardião desses bens. O que ou quem estaria sendo oculto??

Onde estava toda veiculada Segurança do patrimônio público nessa hora???  São milhões gastos anualmente. Com que cara passarão por ali pedindo votos para vereador e para prefeito???

JORNAL TABLÓIDE

TABLÓIDE OURINHOS