Nicolás Maduro anuncia nova edição do Foro de São Paulo

O Foro de São Paulo foi fundado em 1990. Evento deste ano deve ter poucos presentes.

Nicolás Maduro, ditador da Venezuela, anunciou, na última terça-feira (7), que seu país receberá um novo encontro do Foro de São Paulo, grupo que reúne partidos, governos e movimentos alinhados à extrema-esquerda da América Latina.

“A ideia é organizar a agenda para este ano de 2020”, disse Maduro durante discurso em estádio de beisebol em La Guaira, ao norte de Caracas.

A reunião do Foro deve acontecer na capital venezuelana entre 22 e 24 de janeiro. A cúpula deve ser esvaziada, visto que até o momento poucos líderes confirmaram presença, informa o jornal Folha.

Entre os possíveis convidados estão Miguel Díaz-Canel, ditador de Cuba, e dois líderes dissidentes das antigas FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), Iván Márquez Jesus Santrich.

RENOVA MÍDIA