OAB: enquanto o Brasil soma 212 mil mortos, a preocupação do governo é intimidar

247 – O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, soltou uma nota crítica ao ministro da Justiça, André Mendonça, pela notícia de que abriu uma investigação contra o advogado Marcelo Feller devido a críticas feitas por ele contra Jair Bolsonaro.

“O ministro da Justiça, André Mendonça, ao requisitar inquérito policial para investigar o advogado Marcelo Feller, busca atingir, mais uma vez, quem se manifesta de forma crítica ao descalabro do governo diante da pandemia que atinge os brasileiros”, pontuou Santa Cruz.

“No momento em que o país soma mais de 212 mil vidas perdidas, a preocupação demonstrada pelo governo é intimidar e tentar calar os que apontam seus erros no lugar de salvar vidas, suprir oxigênio nos hospitais e viabilizar a vacinação de todos. Com a tentativa de criminalizar os críticos, o ministro extrapola suas funções, desvia o foco dos verdadeiros responsáveis pelo descaso com a saúde dos brasileiros e desrespeita princípios caros ao Estado Democrático de Direito, como a liberdade de expressão”, afirmou ainda o presidente da entidade.

Em julho do ano passado, quando integrava o quadro “O Grande Debate”, da CNN, Feller citou estudos e disse que o discurso de Bolsonaro era responsável por pelo menos 10% das mortes por coronavírus no país.

BRASIL 247