Ourinhos deve apontar candidato “pé no chão” para disputar Prefeitura

O problema de Ourinhos está aqui, na falta de Administração

Não adianta perder tempo, Lucas Pocay está com um exército de cabos eleitorais pagos com dinheiro público em plena campanha eleitoral, Ourinhos deve escolher em consenso um candidato sério para disputar a Prefeitura no dia 15 de novembro próximo.

O prefeito de Ourinhos, já condenado por contratar indevidamente, continua contratando, peitando a Justiça e desrespeitando o povo de Ourinhos para continuar no poder, e conseguirá se não se apresentar um verdadeiro candidato apto a concorrer com ele no dia 15 de novembro próximo.

Não adianta ficar discutindo e perdendo tempo enquanto Lucas Pocay e seu exército de cabos eleitorais pagos com dinheiro público faz campanha sozinho, melhor se organizar, escolher um candidato e ir para a disputa com o pé no chão.

O que Ourinhos precisa?

  • Um candidato sério que se disponha a contratar no máximo 1% do número de eleitores em cargos comissionados e funções de confiança.
  • Um candidato sério que se disponha a erguer uma bandeira de independência do Legislativo ao Executivo, para moralização geral no Legislativo liberto com aprovação de lei que admita apenas 09 vereadores, sem adjuntos e salários de no máximo 03 mínimos, diminuindo também a estrutura da Câmara para no máximo metade do que existe.  A harmonia citada na Constituição não requer submissão.
  • Um candidato sério que passe uma borracha sobre essa absurda e de má-fé tentativa de dispor a SAE – cujos vereadores submissos são também culpados desse vilipêndio do patrimônio público -, colocando o dinheiro até agora e futuros arrecadados com as taxas de esgoto na compra de equipamentos e instalação de usinas de tratamento, sem desviar sua finalidade.
  • Um candidato sério que nomeie um profissional para a Autarquia SAE, um candidato de competência para buscar recursos, ampliar a ETA e perfurar vários outros poços artesianos para que nunca mais falte água na cidade.
  • Um candidato sério, que respeite o povo de Ourinhos, tenha competência para contratar nossos servidores, seja transparente o suficiente para usar todo esse dinheiro público arrecadado em impostos dos já suados e cansados moradores em obras e serviços públicos na Saúde, na Educação e no Social, buscando melhor qualidade de vida a população, uma política de abertura de empregos e, sabemos, há muitas formas de facilitar tudo isso, basta querer, ser honesto e trabalhar pelo povo, que espera isso.

De outra forma é bater em ferro frio, Lucas Pocay, já respondendo meia centena de inquéritos, vários deles ajuizados, tendo até condenação de primeira instância, sem nada construído para chamar de seu, contratando cabos eleitorais às centenas sem qualquer profissionalismo, pagos com o dinheiro público em plena pandemia e “dando” a SAE de presente para alguém que supostamente o beneficie  e a “seus” vereadores em contrapartida, evidentemente, continuará prefeito depois do dia 15 de novembro e fará pior ainda, ou então menos ainda, possivelmente sumindo com o pouco que sobrar de Ourinhos.

Resumindo, Ourinhos precisa de um candidato sério que se disponha a moralizar a Administração Municipal, URGENTE!!

JORNAL TABLÓIDE

TABLÓIDE OURINHOS