Pedreiro é preso por estuprar 2 filhas e 2 enteados em MS: ‘Crime ocorria quando a mãe estava trabalhando’


Pedreiro é preso por estuprar 2 filhas e 2 enteados em MS: ‘Crime ocorria quando a mãe estava trabalhando’

G1
Resultado de imagem para ESTUPRO

Vítimas passaram por atendimento psicossocial e falaram que abusos ocorrem, há pelo menos, três anos. Homem nega os crimes e deve responder por estupro de vulnerável.Por Graziela Rezende, G1 MS
28/01/2019

Um pedreiro de 31 anos foi preso nesta segunda-feira (28), em Campo Grande, acusado de estuprar as duas filhas, de 4 e 8 anos, além de dois enteados, de 11 e 15 anos. Ao G1 a delegada Anne Karine Trevisan, responsável pelas investigações, disse que as vítimas disseram que o crime ocorria, há pelo menos, três anos.

“Elas foram ouvidas não só como vítimas, mas, também como testemunhas. A menina de 8 é quem contou para uma prima e esta então falou pra mãe dela. Quando a mãe das vítimas soube, trouxe todos aqui na Depca [Delegacia Especializada de Proteção à Criança e o Adolescente]. Ela inclusive casou com ele quando já tinha os dois meninos. Ao que disseram, o crime ocorria quando a mãe estava trabalhando”, explicou a delegada.

De acordo com a polícia, no início, as meninas eram abusadas somente pelo pai. “Ele obrigava os meninos a segurarem a própria filha, para cometer os abusos. Com o passar o tempo, o crime ocorria de forma separada, com os adolescente também abusando das meninas, sem que houvesse determinação do pai. Ele foi ouvido e negou todos os crimes. As crianças também fizeram exame de corpo de delito e passaram por atendimento psicossocial”, ressaltou Trevisan.

A polícia representou pela prisão preventiva do suspeito e conseguiu cumprir o mandado nesta manhã. “O homem trabalhava em horários esporádicos e era ele quem mais ficava com as crianças. Ele está em uma cela da Depca e deve ser encaminhado ao presídio. O suspeito não tinha antecedentes criminais e vai responder por estupro de vulnerável”, finalizou a delegada.


G1