PM murcha pixuleco de Bolsonaro com motosserra pondo em risco a liberdade de expressão

247 – A liberdade de expressão foi gravemente violada nesta sexta-feira, 5, no Distrito Federal. Manifestantes foram obrigados a murchar um pixuleco de Bolsonaro, que seria usado em um protesto contra o desmatamento.

A reportagem da revista Fórum destaca que “foi o que aconteceu hoje em frente ao Ministério do Meio Ambiente, em Brasília. Servidores do Ibama e membros do Associação dos Servidores Federais da Área Ambiental (Asibama-DF) realizaram um protesto em razão do Dia Mundial do Meio Ambiente e foram obrigados pela Polícia Militar a retirar um boneco inflável que representava Bolsonaro.”

A matéria ainda acrescenta que “o boneco é uma caricatura do presidente com uma motosserra suja de sangue. Segundo os organizadores da manifestação, tratava-se de um recado contra os retrocessos na agenda ambiental que podem ser observados no governo Bolsonaro, sobretudo com as ações do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.”

BRASIL 247