PROCESSO DISCIPLINAR – Três PMs são demitidos por fraudar apreensão de moto em Londrina

Três policiais militares foram demitidos nesta terça-feira (4) após supostas irregularidades que teriam sido praticadas por eles na apreensão de uma motocicleta. Eles eram lotados junto ao 5º Batalhão da Polícia Militar.

Eles e mais três policiais, que atuam nesse mesmo Batalhão, respondem a uma ação penal na justiça militar por terem, em novembro de 2017, realizado uma apreensão irregular de uma motocicleta.

Eles têm 51, 36, 33, 39, 34 e 31 anos e residem em Londrina e Cambé.

Segundo consta da denúncia criminal, a promotora responsável pelo caso concluiu que dois policiais teriam realizado a apreensão de uma motocicleta Honda CG/Fan 125 preta pela existência de uma grande quantidade de dívidas, em valor superior ao do veículo, sem, contudo, formalizar o ato. Um dos policiais, segundo a denúncia, teria levado a motocicleta embora pilotando-a.

Dias mais tarde, o proprietário teria aparecido junto à sede do batalhão comprovando o pagamento dos débitos, mas o veículo não foi encontrado.

Os outros policiais teriam simulado a apreensão da motocicleta em outra abordagem, cinco dias depois do primeiro incidente, para acobertar a irregularidade praticada anteriormente.

Em nota, o setor de comunicação da PM informou que eles responderam a processo disciplinar, com direito a contraditório e ampla defesa, e que a decisão de excluir os três policiais dos quadros do órgão foi tomada pelo Comandante Geral da PMPR.

BONDE