Vereador tenta barrar privatização da SAE Ourinhos

População não quer privatização, doação ou concessão da SAE por 35 anos, ainda que fosse somente o esgoto, e pede: “Não disponha de nossa SAE, prefeito!”

Em nervosa tentativa de salvar o patrimônio público (SAE) de uma alucinada campanha de privatização, ou doação, como estão dizendo desde que serão 35 anos de exclusão desse rico patrimônio da população ourinhense, em plena véspera de eleição e pandemia e estado de calamidade pública, o vereador Flavinho do Açougue protocolou a entrada do Projeto de Lei nº 32/2020:

PROJETO DE LEI Nº 32/2020
Proíbe a concessão ou privatização
de qualquer serviço público durante a
pandemia do Coronavírus ou a vigência
do estado de calamidade pública
no Município.

Estranhamente para a população, o vereador está em dúvida se conseguirá 05 assinaturas para que o Projeto seja aprovado com urgência na sessão de segunda-feira próxima, ainda que seja um Projeto de relevante interesse público, ficando a dúvida:

Será que o vereador Abel Fiel, servidor público da SAE, cometerá essa trairagem contra o próprio patrimônio público de quem depende seus salários e tem seus colegas também servidores?? Não, ninguém acredita!! Ainda assim a população pede encarecidamente que vereadores e o prefeito não disponham da SAE, que é do povo, não é de nenhum administrador.

A população com certeza agradecerá nas urnas aos vereadores que assinarem a urgência desse Projeto de relevância, negando a “privatização, doação ou concessão” de 35 anos, verdadeiro vilipêndio ao patrimônio ourinhense que pode ainda vir acompanhado de altas taxas de serviços e muita corrupção com o dinheiro público. O amor pela SAE e por Ourinhos está em jogo.

Clique abaixo e veja o Projeto e Justificativa em seu inteiro teor:

PL32-2020

 

JORNAL TABLÓIDE

TABLÓIDE OURINHOS